As tendências para o varejo em 2023

No início deste ano aconteceu em Nova York o NRF Retail’s Big Show 2023, o evento mais importante do varejo. O evento é organizado pela National Retail Federation (NRF), que existe desde 1911 e tem grande peso no varejo mundial. O tema do evento em 2023 foi “Break Through” (em português, “Superar Barreiras”), e o objetivo foi mostrar caminhos para que os varejistas pudessem se destacar em um mercado cada vez mais competitivo. Abaixo, estão alguns dos principais insights levantados no evento:

Formas de pagamento

O e-commerce oferece muita praticidade no pagamento e os consumidores já se acostumaram com isso. Por esse motivo, o varejo físico deve investir nessa agilidade e oferecer aos clientes formas de pagamento que otimizam suas compras, como o self-checkout. É preciso também estar atento às tendências de pagamento observadas no Brasil, como o uso de carteiras digitais e QR Codes.

Uso de dados

O uso de dados no varejo não deve mais ser visto como novidade, mas sim como obrigatoriedade. Com eles, é possível conhecer as preferências dos consumidores, criar experiências personalizadas e tomar decisões assertivas em relação à empresa. É preciso investir na integração de diferentes bases, incluindo as redes sociais.

Atenção com os colaboradores

A valorização dos colaboradores foi um tema recorrente no evento. Ter funcionários satisfeitos representa produtividade e menor taxa de rotatividade. Além disso, colaboradores motivados tendem a trabalhar alinhados aos valores da empresa e oferecer uma boa experiência aos clientes.

Relacionamento com os clientes

Manter a conexão com os clientes é tão importante quanto atraí-los. Atualmente, o consumidor valoriza aspectos como a experiência de compra, a qualidade do atendimento, o relacionamento e a identificação com os valores da marca. Promover uma experiência de compra que marque a vida das pessoas é fundamental para criar um vínculo afetivo com a marca.

Web 3.0

Será uma grande aliada do varejo, com suas características de navegação descentralizada e maior controle dos usuários sobre seus dados. Ela terá um papel importante na construção de uma nova experiência omnichannel, onde diferentes pontos de venda no ambiente virtual serão convergentes.

ESG e sustentabilidade

O consumidor está cada vez mais exigente quanto ao tema de sustentabilidade e valoriza empresas que se empenham na causa. As empresas devem buscar se adequar ao tema e aplicar suas práticas. Atualmente 95% das empresas brasileiras têm o tema da ESG como prioridade em suas agendas corporativas.

O poder das lojas físicas

As lojas físicas ainda têm um grande poder no varejo, mesmo em um mundo cada vez mais digital. É preciso pensar em estratégias que unam a experiência do mundo físico com as tecnologias mais recentes, como a realidade aumentada e a inteligência artificial, para oferecer uma experiência única ao cliente.

Compartilhe: