Grupo Masipack amplia debate sustentável com visita a centro de coleta seletiva

Dando continuidade às parcerias firmadas durante o Open House desse ano, que trouxe aos visitantes a oportunidade de se aproximar de temas relevantes como a gestão ESG, sustentabilidade para o mercado de embalagens e a indústria 4.0, O Grupo Masipack foi convidado pela Secretaria do Meio Ambiente de São Bernardo do Campo, para uma visita presencial a um dos centros de triagem dos resíduos sólidos coletados pelo programa de Coleta Seletiva implementado em toda a cidade.

Este centro que opera em formato de cooperativa de trabalho, é responsável pelo processamento de 40 toneladas de material reciclável por dia, tais como vidro, plásticos diversos, alumínio, entre outros. São Bernardo possui dois centros como esse que empregam cerca de 200 trabalhadores fixos e de acordo com Gilberto Marson, secretário adjunto do Meio Ambiente, a cidade tem plena capacidade de dobrar a quantidade processada diariamente, com a infraestrutura instalada atualmente, para isso basta a cooperação da população na separação e destinação correta dos materiais, que conta com um sistema de coleta de porta em porta.

Gilberto, ou Giba, como é carinhosamente conhecido na cidade graças ao seu trabalho na área do meio ambiente, esteve juntamente com outros colaboradores da Secretaria durante o Open House organizado pela Masipack, onde tiveram a oportunidade de conhecer as novas tecnologias que estarão em breve no mercado relacionados à sustentabilidade para embalagens e também conversar com os parceiros do Grupo que possuem iniciativas sustentáveis que podem de alguma forma somar esforços ao trabalho realizado pela prefeitura na conscientização e promoção das iniciativas para a população e até mesmo no processamento desses resíduos coletados, permitindo ampliar a oferta de materiais e melhorando a quantidade de itens não processados que são enviados diariamente ao aterro.

A visita serviu como forma de estreitar o contato entre as empresas parceiras e a Secretaria, que tem uma série de projetos previstos para melhoria dos serviços oferecidos à população e também como forma de oferecer para as empresas conteúdo técnico para que possam de alguma forma auxiliar na educação ambienta de seus colaboradores e clientes.

Compartilhe: